Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

14 de Novembro: Dia Mundial do Diabetes, uma doença que atinge 16,5 milhões de brasileiros

 

 

Foto: Eraldo Schnaider

 

O dia 14 de novembro, é uma data para conscientizar sobre os perigos da silenciosa doença chamada Diabetes. Ela pode levar à morte, mas como os sintomas não são tão visíveis no início, as pessoas não acompanham a sua evolução. Apesar de ser perigosa e sem cura, é possível controlar sua evolução através de medicamento e hábitos saudáveis.

A diabetes é causada pela produção insuficiente ou má absorção de insulina, um hormônio que regula a glicose no sangue e garante energia para o organismo.  O aumento de glicemia por causa da doença pode desenvolver problemas no coração, nos olhos, nos nervos e nos rins. Em casos mais sérios, a doença pode levar à morte.

Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), há mais de 16,5 milhões de pessoas com a doença no país e metade desconhece o diagnóstico. Entre 2017 e 2019, 5,4 milhões de brasileiros fizeram o teste de hemoglobina glicada, que mede a quantidade de glicose no sangue. Deste total, mais de 1,6 milhão recebeu o diagnóstico indicando possível pré-diabetes e 450 mil pessoas tiveram exames alterados, com risco para diabetes. Neste último grupo de pacientes que possivelmente seriam diagnosticados com a doença crônica, 70% deles não retornaram para fazer exames de rotina de controle e monitoramento da glicemia.

Segundo a entidade, 90% dos diabéticos tipo 1 e 73% dos diabéticos tipo 2 estão com a doença fora de controle. O tipo 1 é caracterizado por ser autoimune e genético, ou seja, o paciente sofre uma mutação nos genes. Já o diabetes tipo 2 é hereditário e o seu início pode ser influenciado pelos hábitos de vida.

O filho da Professora Eliana Beber foi diagnosticado com diabetes aos 14 anos. Mais do que tratar a doença de Andrigo, a mãe se envolveu com a causa durante 25 anos através da Associação dos Diabéticos do Vale do Itajaí. A entidade é um importante apoio para várias famílias.

Saiba os principais sintomas, os tratamentos para os diferentes tipos. Confira a entrevista realizada nesta quinta-feira (14/11/19) por João Paulo Taumaturgo.

 

 

Associação dos Diabéticos do Vale do Itajaí (Advali)
Rua João Pessoa, nº 717, bairro Velha, Blumenau
Contatos: (47) 3322-2604 ou pelo e-mail [email protected]
Redes sociais: Facebook

Tags ,

Trabalho com publicidade há mais de 29 anos, fiz teatro durante 8, apresentei programa de televisão outros 5 e sou blogueiro desde 2007. Mas minha maior paixão é a família, e claro, essa fascinante Blumenau.

Posts relacionados

Top