Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Com o início do inverno, as doenças respiratórias exigem cuidados redobrados, diz especialista

 

 

 

O inverno já começou e é neste período que aumenta o risco de contágio de algumas doenças típicas da estação, como resfriados, gripes, pneumonia, rinites, amidalite, infecção no ouvido, sinusites e outras. O tempo frio, somado ao aumento da poluição, locais pouco ventilados, onde o contato com o vírus é maior e mais perigoso, e a baixa umidade são fatores que contribuem para o desenvolvimento de vírus e bactérias no organismo.

O médico pneumologista do Hospital Dia do Pulmão, Dr. Ricardo Albaneze, explica que quando o tempo esfria ocorre também o ressecamento do ar, emitindo assim, mais partículas de poeira na atmosfera, aumentando a circulação de vírus e bactérias. Resulta no aumento a chance de contrair doenças respiratórias no inverno.

O pneumologista ainda ressalta que, nesta época do ano, os registros de atendimentos relacionados às doenças respiratórias comuns no inverno representam um aumento de 100% em relação aos outros períodos do ano, no hospital. No pronto atendimento do local por exemplo, são registrados mais de 100 atendimentos diários.

Isso acontece porque as temperaturas sofrem constantes alterações e, com isso, os sistemas de defesa ficam mais fragilizados. “O organismo não consegue se adaptar, e, consequentemente, a pessoa fica mais vulnerável a adquirir uma infecção respiratória, gripe ou pneumonia bacteriana, por exemplo”, diz.

É importante lembrar que, os dias frios também aumentam a proliferação do vírus H1N1 no país. Somente em Blumenau, 17 casos foram confirmados, segundo o último boletim da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive-SC), disponibilizado em 24 de junho. “É importante que as pessoas saibam da importância da vacinação neste período. A vacina é a melhor forma de se prevenir contra a gripe, e, deve ser adquirida anualmente”, comenta Albaneze.

Além da gripe, doenças como a otite, pneumonia, sinusite e meningite, também podem ser evitadas por meio da vacina. A contaminação pelo vírus pneumococo, pode ser evitada com a vacina Prevenar 13, que, ajuda a diminuir as chances de contrair as doenças. O vírus é mais comum em crianças, adultos com até 50 anos, e pessoas com a imunidade baixa.

Portanto, para se proteger neste inverno, vale apena escutar aquelas tradicionais dicas de mãe, pois, na estação o cuidado deve ser redobrado. O médico pneumologista dá algumas dicas, que podem ajudar a população a se proteger das temidas doenças deste período.

Confira:

  • Fique sempre bem agasalhado, e evite locais com grande concentração de pessoas. Além disso, sempre higienize as mãos.
  • Tenha uma alimentação saudável e beba bastante líquido. No inverno você precisa ingerir água, mesmo que não tenha sede com tanta frequência. Se esquecer, coloque um alerta no celular para ajudar na ingestão da bebida. Além disso, sucos naturais podem ajudar a prevenir as doenças durante a estação, como banana, morango, laranja, acerola ou mamão.
  • Vacine-se! A vacina é uma das melhores formas de se prevenir, e possui uma média de 80% de eficácia. Mas, atenção, é preciso aderir a vacina todos os anos. Visto que a composição das vacinas é modificada anualmente, de acordo com a alteração do vírus.
  • Mantenha os ambientes sempre bem ventilados e arejados. Os vírus sobrevivem por um longo período em ambiente frios e úmidos. No inverno, é comum as pessoas ficarem em locais fechados, o que aumenta a chance de infecção. O sol é ótimo para controlar germes nos ambientes. Deixe o sol entrar em sua casa.
  • Tente inserir alguma atividade física no seu dia-a-dia. Realize exercícios físicos regularmente, pelo menos 45 minutos, 3 vezes por semana.
  • Faça a higiene das suas roupas e cobertas que ficaram guardadas por muito tempo antes de usá-las.
  • Evite o cigarro.
  • Trate a doença alérgica. Rinites e bronquites sem tratamento regular acabam levando muitas pessoas a emergências nestes dias de frio.
  • Cuidado ao escolher a tinta para pintar a sua casa. Escolha uma que evite a proliferação de mofo e que não solte pó com o tempo.
Tags ,

Posts relacionados

Top