Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Conheça o Sr. Osmar, que vende bonecas com trajes típicos confeccionadas por ele e sua esposa

 

 

 

Por Fabiana Lange Brandes do Oktober Blog, com fotos de Fernanda Rosa

Não é de hoje que quem passa pela praça do Mausoléu do Dr. Blumenau nota a presença de um simpático senhor ao lado de uma banca de bonecas, estas de porcelana e devidamente vestindo trajes típicos germânicos. Este é o Sr. Osmar Finardi, o personagem que iremos desvendar nessa entrevista.

 

 

Um pouco tímido, ele aceitou conversar conosco sobre ofício de vender e fazer bonecas. Sua esposa, Verônica Finardi, é a artesã que dá vida aos tão queridos artigos. Há 45 anos ele e a esposa se dedicam à atividade, destes, 30 somente na cidade de Blumenau.

No início, começou vendendo as bonecas em alguns comércios, porém, desde que vieram de Rio do Sul para nossa cidade, eles comercializam seus produtos ali perto do Mausoléu. Também fez questão de mostrar seu documento de autorização para a prática: “ Tudo certinho”, como ele mesmo diz.

 

 

Ele exibe com orgulho o capricho em cada detalhe das bonecas. Muito atento ao perfil de seus consumidores e da economia, o artesão ressalta: “O visitante quer levar uma lembrancinha pra todo mundo, então temos produtos que cabem no bolso e que também não pesam na bagagem”.

 

 

Prestes a completar 71 anos, Sr. Osmar é amigo de muitos motoristas de ônibus e se alegra em conhecer tantas pessoas. Entre os momentos bons que já passou ali, lembra com certa emoção das vezes em que deu alguma boneca para uma criança que não poderia comprar o brinquedo. Em relação à Oktoberfest 2019, destaca: “Esta Oktober vai ser muito boa. Vai ser um recorde de visitantes” – diz em tom otimista.

Para quem quiser conhecer mais sobre o trabalho do casal, é só chegar na barraquinha deles que fica montada das 8h às 13h, sendo que no mês de outubro eles atenderão aos domingos também.

 

Posts relacionados

Top