Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Mário Hildebrandt fala sobre a difícil decisão que extinguiu a URB, com dívida acima de R$ 60 milhões

Logo após a coletiva de imprensa realizada na manhã desta sexta-feira (8/03/2019), no Salão Nobre da prefeitura de Blumenau, quando anunciou a extinção da URB (Companhia Urbanizadora de Blumenau), nós conversamos com o prefeito Mário Hildebrandt em seu gabinete. Uma decisão difícil que extinguirá 642 empregos, mas poderá trazer mais recursos para áreas como educação e saúde.

Nos últimos anos a Urbanizadora vêm enfrentando uma série de dificuldades financeiras, com prejuízos contínuos, maquinário defasado, baixa produção e alto número de profissionais afastados. Segundo o prefeito, somente em dezembro foi pedido um aporte de R$ 4 milhões em recursos da prefeitura para pagar o 13º salário e as férias. Além de não estar mais prestando serviços de qualidade, a URB acumula uma dívida que ultrapassou os R$ 60 milhões e não para de crescer.

Criada em 1971, a URB teve um importante papel atendendo às demandas da Prefeitura de Blumenau nas áreas de pavimentação, construção civil, limpeza e manutenção das ruas da cidade. Nesta conversa, Hildebrant explica quando e porque tomou a decisão. Para o prefeito, neste momento ainda será possível pagar todas as despesas decorrentes das demissões, mas se esperar mais, ficará inviável.

Confira mais detalhes nesta entrevista realizada por Claus Jensen, com imagens de Marlise Cardoso Jensen.

 

 

comentários

Posts relacionados

*

*

Top