Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Nova Rússia: confira as novidades do Plano de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável

 

 

 

Por Claus Jensen, com fotos de Marlise Cardoso Jensen

Na noite desta terça-feira (26/03/19), um evento no Recanto Silvestre resumiu o trabalho desenvolvido desde março de 2018. Foi a apresentação do Plano de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável (PDITS) para a Nova Rússia. Um projeto que trará mudanças na região do bairro Progresso e pode servir de piloto e ser aplicado em outras localidades de Blumenau.

O plano é o resultado de uma parceria entre a Secretaria de Turismo e Lazer de Blumenau e o Sebrae. A comunidade prestigiou a apresentação que durou mais de duas horas com direito à um coquetel no final. No local estava sendo oferecida a vacina contra febre amarela, já que é uma região de muita mata. Na área externa, algumas barracas mostravam os produtos confeccionados na Nova Rússia, como alimentos e artesanato.

 

Equipe que desenvolveu o projeto

 

Os titulares de secretarias e autarquias da administração municipal, como Defesa do Cidadão, Seterb, SAMAE, FAEMA, Gestão Governamental (mandou representante), entre outras, mostraram sua participação para realização do projeto. Isso sem contar com a presença do prefeito Mário Hildebrandt e do Secretário de Turismo e Lazer, Ricardo Stodieck. Representantes de órgãos ambientais como o IPAN e o ICMBIO (Instituto Chico Mendes) apresentaram dados e comentaram sobre o projeto.

Foram realizados estudos preliminares na região da Nova Rússia, contando com diversas visitas aos atrativos turísticos, recantos, meios de hospedagens e estabelecimentos de alimentos e bebidas, sempre buscando mapear e caracterizar a oferta turística do local.

Os moradores que possuem negócios voltados ao turismo na região foram consultados e receberam orientações do Sebrae, para que pudessem otimizar a oferta de serviços e o atendimento aos turistas que visitam a Nova Rússia.

O PDITS conta com 72 ações programadas a longo e médio prazo, que abrangem as áreas de Infraestrutura Básica e de Apoio ao Turismo; Gestão e Monitoramento; Sustentabilidade; Capacitação; Promoção e Comercialização de Produtos e Serviços Inovadores. “Nossa intenção é fazer que a Nova Rússia seja reconhecida nacionalmente como uma rota turística cultural e ecológica indispensável para quem visita Blumenau”, destacou Ricardo Stodieck.

A diretora de Planejamento e Promoção da Secretaria de Turismo, Luisa Borda, explica que a ação faz parte dos resultados do Plano Municipal de Turismo de Blumenau e também do Plano Nacional de Turismo que tem como foco principal a sustentabilidade. “Todas as entidades e secretarias participantes terão ações a serem desenvolvidas a partir da entrega desse plano, sempre com foco na melhoria da região da Nova Rússia”, relata.

 

 

A Polícia Militar pretende instalar quatro câmeras em pontos chaves na região. Além disso ofereceu parceria na hora de planejar eventos como festas de igreja, ajudando a prevenir possíveis problemas. Também se colocou à disposição dos comerciantes para prestar informações que dêem mais segurança aos seus estabelecimentos.

O gerente regional da Celesc, Cláudio Varella, mostrou as alterações que fizeram para reduzir as quedas de energia. Também mostrou que a maioria dos problemas na fiação são causados pela vegetação, boa parte plantada depois dos postes instalados. As árvores cresceram e acabam encostando na fiação. Lembrou também que ampliar a rede trifásica exige um investimento de R$ 1 milhão, que hoje não é possível. Mas se fosse monofásica, o que alguns não querem, seria mais fácil.

 

 

O prefeito Mário Hildebrandt anunciou que serão investidos quase R$ 100 mil em cabeamento óptico para facilitar o acesso de internet na região, inclusive áreas com o Blumenau Conecta, que oferece WI-FI gratuita. A internet também permite a operação das câmeras de videomonitoramento da Polícia Militar.

O levantamento dos interessados está sendo realizado em março e o trabalho será realizado através de um parceria público privada. Entre iniciar o projeto em abril e a conclusão das obras, a previsão é finalizar tudo em quatro meses. O cabeamento óptico começa na entrada da Nova Rússia, onde estão o portal e a ETA II, e segue pela Rua Santa Maria até a Capela São José Batista.

 

 

Hildebrandt assinou uma ordem de serviço para que sejam instalados 100 metros de guard rail e 50 placas de sinalização. Nos dois casos, estão previstos o dobro. Junto com ele, também assinou a ordem o diretor-presidente do Seterb, Marcelo Schrubbe.

Dezenove dessas placas terão o papel de educação ambiental, com informações sobre a mata Atlântica, as principais espécies no local, a destinação correta do lixo, poluição dos recursos hídricos e dados sobre o Parque Nacional da Serra do Itajaí. Além disso irão lembrar que são proibidas o corte de palmito, a caça, compra ou venda de animais silvestres.

 

 

Como todos os eventos climáticos em Blumenau mostraram, a região sempre é atingida por deslizamentos. O secretário da Defesa do Cidadão, Carlos Olimpio Menestrina, lembrou que quando uma sociedade incentiva o turismo em uma determinada área, esse visitante espera no mínimo segurança, seja pública ou em função de eventos hidrogeológicos. Ele apresentou áreas que ainda tem alto potencial de risco. Será criada ainda em março uma equipe multidisciplinar, para avaliar as condições das edificações em locais de risco, que irá determinar as que deverão ser removidas.

 

 

Trabalho com publicidade há mais de 29 anos, fiz teatro durante 8, apresentei programa de televisão outros 5 e sou blogueiro desde 2007. Mas minha maior paixão é a família, e claro, essa fascinante Blumenau.

Posts relacionados

Top