Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Pessoas que frequentaram locais onde passou caso suspeito de sarampo em Indaial devem se vacinar

 

 

 

A Vigilância Epidemiológica de Indaial convoca o público que esteve na área comercial do Centro de Distribuição do Top, no bairro Mulde, Restaurante Brasileiríssimo e Padaria Pão e Mel, entre os dias 21 e 27 de novembro, a comparecer na unidade de saúde mais próxima para verificar a situação vacinal do sarampo.

Nessa quinta (28), a Vigilância foi notificada sobre um usuário com caso suspeito de sarampo, que passou nesses locais durante esse período. A pessoa trabalha em Indaial, mas reside em outra cidade. Já foram coletados exames para diagnóstico do sarampo no município de origem do usuário.

Caso algum morador tenha circulado por esses três locais, de 21 a 27 de novembro, e não esteja imunizado contra o sarampo ele estará mais suscetível a contrair o vírus da doença caso se confirme o diagnóstico do usuário.

O sarampo é uma doença infecciosa grave, transmissível e extremamente contagiosa, que pode evoluir com complicações e óbitos, particularmente em crianças desnutridas e menores de cinco anos.

A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, através de tosse, respiração ou espirros. Uma pessoa com sarampo pode transmitir a doença para 12 a 18 pessoas que nunca foram expostas ao vírus anteriormente ou que não tenham se vacinado.

Os principais sintomas são: febre alta, tosse, coriza, olhos avermelhados e manchas vermelhas (essas últimas aparecem entre três a cinco dias depois dos primeiros sintomas). Ao apresentar esses sinais, procure imediatamente um serviço de saúde para que sejam feitos o diagnóstico e o tratamento adequados.

Lembramos que neste sábado, 30 de novembro, acontece o Dia D da Campanha Nacional de Vacinação Contra o Sarampo. A Unidade Heinz Schutz estará aberta para essa vacinação das 8h às 17h. Moradores de todos os bairros poderão ir até o local para serem imunizados, com exceção de gestantes, menores de seis meses e pessoas com doenças autoimunes.

Por Graciely Guesser Ramos [Secom/Indaial]

Tags ,

Posts relacionados

*

*

Top