Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Preso homem suspeito de se masturbar dentro de carro próximo de escola na Itoupava Norte

 

 

Na semana passada, uma mãe procurou a Delegacia de Proteção à Criança, Mulher, Adolescente e Idoso (DPCami) de Blumenau, para registrar uma ocorrência. De acordo com o BO, sua filha de 11 anos foi abordada por um homem próximo de uma escola no bairro Itoupava Norte, que estava na direção de um automóvel Peugeot 307 vermelho. Ele abriu a porta do veículo e se masturbou com a intenção de mostrar à criança.

Com base nessas informações, a equipe de investigação conseguiu identificar um suspeito de 41 anos no final da tarde desta segunda-feira (9/09/19). Hoje (10), por volta do meio-dia, os policiais civis da DPCAMI receberam a informação de que um homem com as mesmas características e veículo, teria abordado outra criança da mesma forma e região.

 

 

Com apoio da Polícia Militar, a equipe da DPCAMI foi ao local onde ele foi visto, e após algumas buscas, conseguiu localizar e prender o suspeito que ainda estava no carro. Durante a abordagem, ele permitiu que os policiais acessassem o celular, onde foi encontrado um vídeo pornográfico com uma criança.

 

Essa foi a única imagem que a Polícia Civil divulgou, até porque ele é considerado suspeito.

 

 

Ele foi conduzido e autuado em flagrante pelos crimes de importunação sexual e armazenamento de vídeos de conteúdo pornográfico infanto-juvenil. Segundo a Polícia Civil, no interrogatório o suspeito teria admitido a prática dos atos de que foi acusado pela criança e que já faz isso há cerca de 5 anos. Ainda de acordo com a DPCAMI, ele disse que abordou pelo menos outras 10 crianças.

A Polícia Civil representou a conversão da prisão em flagrante em preventiva. A DPCAMI recomenda que os responsáveis legais de crianças que moram ou estudem na região, para que conversem com seus filhos/as sobre o ocorrido. Caso sejam identificadas novas vítimas, que procurem a delegacia.

Posts relacionados

Top