Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Questionário sobre situação vacinal das famílias está sendo aplicado em Blumenau

 

 

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

 

Desde semana passada os agentes comunitários da Secretária de Promoção da Saúde de Blumenau (Semus) intensificaram as visitas domiciliares nas suas regiões, onde estão aplicando um questionário que identifica a situação vacinal familiar das residências do município. A ação faz parte do Plano de Ação de Enfrentamento da Febre Amarela, coordenado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE/SC), da Secretaria de Estado da Saúde.

A medida é preventiva e busca sensibilizar a população e os profissionais de saúde para a possibilidade de aproximação da doença, já que o vírus está circulando em Santa Catarina. As equipes municipais farão um mapeando das pessoas que ainda não foram vacinadas para febre amarela e dos locais com ocorrência de morte ou adoecimento de macaco, para conhecimento da realidade e direcionamento das ações.

Além das visitas dos agentes comunitários, os agentes de combate as endemias também irão auxiliar na aplicação de questionários, bem como na orientação sobre a importância da vacinação e sintomas para identificação da doença. Em Blumenau, profissionais de saúde estão recebendo material informativo e capacitações, além de orientação de fluxos para os procedimentos em casos suspeitos.

O plano de ação estadual foi dividido pela vigilância em três etapas e a primeira delas é a aplicação do questionário. A previsão é de que as atividades de intensificação sejam realizadas até o final de novembro. Santa Catarina já tem o registro de cinco mortes de macacos por febre amarela e o animal é considerado um alerta, que sinaliza a circulação do vírus, já que vivem no mesmo ambiente que o mosquito transmissor da febre amarela e são os primeiros a ficar doente.

Em Blumenau não há registro de casos da doença e já foram aplicadas, desde o início do ano, cerca de 82 mil doses da vacina. No ano passado inteiro, 53.411 pessoas foram vacinadas. A vacinação é indicada em dose única para crianças de 9 meses a pessoas de 59 anos. Adultos acima de 60 anos, gestantes e pacientes imunossuprimidos deverão apresentar prescrição médica para receber a vacina. Há contraindicação também para alérgicos à proteína do ovo.

Os sintomas da febre amarela costumam ser similares aos de uma gripe, como febre, dor de cabeça, náusea e dores no corpo. A doença pode evoluir para formas graves e até levar a morte.

Ações constantes

Desde setembro do ano passado, a Prefeitura de Blumenau intensificou as ações de vacinação contra a febre amarela para evitar que a doença chegue à cidade. Além da vacinação da população das áreas rurais, de fevereiro a abril desse ano foi ampliado o funcionamento da vacinação nos Ambulatórios Gerais (AGs), para que a comunidade tivesse mais opções de horário. Também foi realizado um sábado destinado à imunização, onde mais de duas mil pessoas se vacinaram. A vacina da febre amarela é disponibilizada durante todo o ano e é importante ter em mãos a carteira de vacinação quando da aplicação.

As informações foram passadas por Marília Prado, assessora de comunicação da prefeitura de Blumenau.

Posts relacionados

Top