Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Luciano Hang dá entrevista coletiva onde fala sobre greve dos caminhoneiros e política

 

Fotos: Wellington Civiero Ferreira

Na manhã desta terça-feira (5//06/18), Luciano Hang, o dono da Havan, concedeu uma entrevista coletiva para a imprensa, no Centro Administrativo da empresa em Brusque. Ele falou sobre as motivações da investigação da Procuradoria-Geral da República (PGR) que o acusa de incitação à intervenção militar e rompimento do Estado democrático de direito, durante a greve dos caminhoneiros.

 

 

De acordo com a PGR, o empresário teria autorizado o uso do estacionamento da loja de Três Lagoas (MS) para parada dos caminhoneiros. Hang mostrou uma foto do local durante a coletiva, alegando que o espaço seria pequeno para uma manifestação com essa dimensão.

Segundo Hang, tudo começou com notícias falsas veiculadas por um veículo de São Paulo, que diziam sobre uma suposta incitação à greve dos caminhoneiros. Ele mostrou slides com várias fotos e tópicos, que podem ter induzido a procuradoria.

 

 

Também disse que nunca incentivou a greve, mas apoiou, se posicionando contra a alta carga tributário do país, uma das maiores do mundo. Uma das reivindicações dos manifestantes, era a redução do imposto sobre o diesel, para baixar o preço nas bombas. Lembrou que quando começaram as paralisações, no dia 21 de maio, ele nem estava no Brasil, já que tinha ido viajar à Europa três dias antes. No dia seguinte (22) postou mensagens sobre o assunto na sua página pessoal do Facebook.

Esses detalhes foram ditos durante a coletiva, confira outros dados do influente empresário com mais de 115 lojas no país. A entrevista e as fotos foram registradas por Wellington Civiero Ferreira, que gentilmente cedeu para o site OBlumenaunse.

 

O Blumenauense

Denúncias, problemas ou elogios? Nos escreva para contato@oblumenauense.com.br

*

*

Top