Minas de Prata em Blumenau, foram exploradas por uma sociedade de espanhóis e argentinos em 1896

Entre aqueles mitos e histórias de Blumenau, uma sempre chamou a atenção. Nas cabeceiras do Ribeirão da Prata, afluente do Ribeirão Garcia ao Sul do município, localizam-se as chamadas Minas de Prata que já foram objeto de exploração. A verdade é que de prata não tinham nada, ou quase nada. Tratava-se de minério de chumbo, de cobre e de outros metais, inclusive ouro, em quantidades mínimas.

Por volta 1896, uma sociedade de argentinos e espanhóis requereu e obteve uma concessão de 3 mil hectares na região, propondo-se a explorar o minério. Esta firma, sob a razão de Cortada & Cia, deu os primeiros passos para a instalação das máquinas necessárias. Entretanto, os trabalhos de prospecção das minas resultaram na conclusão de que a exploração do minério seria problemática, e acabaram abandonando o projeto. Na imagem, as primeiras instalações das minas de chumbo do Garcia, com os ranchos onde o minério era fundido, depois de lavado em águas do Ribeirão da Prata.

Fonte: Arquivo Histórico José Ferreira da Silva / Revista Blumenau em Cadernos, agosto. 1968, p. 141. Tomo IX / Fundação Cultural de Blumenau

 

 

 

O Blumenauense

Denúncias, problemas ou elogios? Nos escreva para contato@oblumenauense.com.br

Posts relacionados

*

*

Top