Morre aos 89 anos de câncer, o eterno 007: Roger Moore

Nesta sexta-feira (23/5/17), morreu aos 89 anos o ator Roger Moore, depois de não resistir a um câncer. Apesar de uma grande carreira no cinema, seu papel mais marcante foi mesmo de James Bond, cujo primeiro filme foi“Com 007 Viva e Deixe Morrer”, lançado em 1973. Foi o ator que durante mais tempo interpretou o agente secreto britânico: 12 anos.

 

Roger Moore e a esposa Cristina Tholstrup, com quem estava junto desde 2002

Roger era casado com Kristina Tholstrup desde 2002 e deixa três filhos: Deborah, Geoffrey e Cristian. Ele será velado em uma cerimônia privada no principado de Mônaco.

Moore nasceu em Londres em 1927 e trabalhou como modelo até o começo dos anos 1950. A partir daí surgiu a oportunidade de começar no cinema, depois que assinou um contrato de sete anos com a MGM. O sucesso só começou interpretando Ivanhoé entre 1962 e 1969 na série britânica “O Santo” e como Brett Sinclair, em “The Persuaders”.

 

Os outros filmes de 007 com Roger Moore no papel principal foram “Live and Let Die (Só Viva e Deixe Morrer)”, “The Man with the Golden Gun (007 contra o Homem com a Pistola de Ouro”, em 1974; “The Spy Who Loved Me (O Espião que me amava)”, de 1977; “Moonraker (007 contra o Foguete da Morte)”, de 1979; e “For Your Eyes Only (007 – Somente para Seus Olhos), de 1981. O último filme foi em 1985, com “A View to a Kill (Na Mira dos Assassinos)”.

 

Mas tinha outro lado de Moore que as pessoas não conheciam tanto assim: suas obras de caridade. Ele se envolvia em várias ações para arrecadar fundos que seriam doados para pessoas carentes, o que lhe rendeu o título de embaixador da boa vontade da Unicef. O ator passou pelo Brasil em 1991 para conceder ao humorista Renato Aragão o título de representante da entidade no país.

O Blumenauense

Denúncias, problemas ou elogios? Nos escreva para contato@oblumenauense.com.br

Posts relacionados

*

*

Top