Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Nova ala do Hospital Misericórdia, um sonho de 50 anos do Sr. Danker se realizou

 

Fotos: Marlise Cardoso Jensen

Com a presença de diversas lideranças políticas do Estado, o governador Eduardo Pinho Moreira inaugurou, na tarde desta sexta-feira (8/06/18), a nova ala do Hospital Misericórdia, que vai se chamar Carl Heinz Conrad, da família fundadora da Haco. Localizada no bairro Vila Itoupava, a unidade é referência na cirurgia de catarata e tem se tornado o endereço certo para quem precisa de atendimento em saúde nos casos de pequena e média complexidade, moradores das Itoupavas e municípios vizinhos, como Massaranduba, Pomerode e Gaspar.

 

 

O presidente da Associação Hospitalar Beneficente Misericórdia da Vila Itoupava, Hellmut Danker, conta que são cerca de 10 mil cirurgias de catarata por mês, atendidas tanto pelo SUS quanto convênios e particulares. Para ele, a ampliação do Hospital possibilita o atendimento de mais pacientes, desafogando, dessa forma, os demais hospitais da cidade. A nova ala contempla quatro pavimentos, composta de centro de nutrição, ambulatório, quatro enfermarias, 38 quartos (somando 82 leitos) e uma área para futuras instalações de clínicas médicas.

O Sr. Danker disse que seu sonho começou há 50 anos atrás e sempre acreditou que essa ala seria inaugurada, mas não esperava que fosse desse tamanho. Sonhava com algo um pouco menor, mas hoje, aos 91 anos, chegou o grande momento de inaugurá-la. Também destacou a importância do hospital para o bairro Itoupava Central, maior que a Vila Itoupava. “Os moradores precisam se deslocar ao centro para ir ao hospital, agora ficará um pouco melhor”.

 

 

O gestor do Hospital, Hélio Klettenberg, diz que em média são atendidos 1.800 pacientes por mês no Pronto Socorro. “Com a ampliação, a tendência é de que esse número aumente. Trabalhamos sempre com o objetivo de melhorar e ampliar os serviços prestados”, avalia o gestor.

 

 

Obra

Os engenheiros responsáveis pela obra, que fazem parte da Tawer Engenharia e Construções, Edson Luiz Allein e Clayton Adriano Paes, estavam muito satisfeitos com o resultado. “Conseguimos atender antes do prazo. Tratando-se de uma obra pública, isso é considerado um feito inédito. Para nós, isso só foi possível devido à junção de esforços entre a Tawer e a direção do hospital, que colaborou em tudo que foi necessário”, declaram. A obra foi possível devido a recursos do Governo do Estado, por meio do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

A ampliação, que custou mais de R$ 4 milhões, teve início em agosto de 2016. O prazo inicial era de 24 meses para a conclusão da obra, mas foi finalizada em 18 meses. A nova ala tem 4.120,78 metros quadrados. Serão atendidos pacientes com baixa e média complexidade adulta, pediátrica e geriátrica. Além disso, terá atendimento eletivo de urgência e emergência com assistência em regime ambulatorial e de hospital.

 

Foto: Daniela Hein

 

Hospital

A história do Hospital Misericórdia teve início em 1923, somando 95 anos, com a chegada do Dr. Alfredo Hoess, da Alemanha. A pedido do farmacêutico Max Haufe, o médico instalou seu consultório em uma estrebaria que também servia para pequenas cirurgias no bairro Vila Itoupava.

Naquela época, o Distrito possuía cerca de mil moradores e fazia divisa com os municípios de Jaraguá do Sul, Pomerode, Massaranduba, Luís Alves e Gaspar. Em virtude das grandes distâncias, decidiram se reunir para planejar a construção do hospital, com o objetivo de atender a população dessas cidades. Atualmente, o Distrito da Vila Itoupava conta com mais de 1.300 moradores.

 

 


O Blumenauense

Denúncias, problemas ou elogios? Nos escreva para contato@oblumenauense.com.br

Posts relacionados

*

*

Top