Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Paulo Bauer fala sobre sua pré-candidatura a governador de Santa Catarina

 

Por Claus Jensen, com cobertura de João Paulo Taumaturgo

Em reunião estendida da executiva estadual do PSDB, foi lançada a pré-candidatura de Paulo Bauer para governador de Santa Catarina. O evento aconteceu às 13h30min desta quinta-feira (19/04/18) em uma sala do Andrade Hotéis (antigo Hotel Floph), localizado no Centro de Florianópolis.

 

 

Nosso colaborador João Paulo Taumaturgo esteve presente na reunião, que contou com a participação de políticos de todo estado, inclusive do ex-prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes. Bauer que também é blumenauense concedeu uma entrevista, assim como Napoleão.

OBlumenauense: Senador Paulo Bauer, porque ser governador de Santa Catarina?

Paulo Bauer: Santa Catarina é um estado de sucesso, com grandes potencialidades. Nossa indústria é de qualidade e vencedora, com produtos inéditos no Brasil, além de um comércio exemplar e a melhor produção agrícola.Todas as atividades que exercemos são excelência no Brasil. Temos hospitais universitários e filantrópicos que são referência. No entanto, o governo do estado anda numa velocidade menor do que a iniciativa privada e a própria sociedade demandam. Precisamos fazer uma gestão pública que faça Santa Catarina avançar.

Nós do PSDB, temos a receita de como fazer isso. Já governamos grandes estados brasileiros, como Rio Grande do Sul, Minas Gerais, e terminamos agora mandatos no Paraná e São Paulo. Temos experiência administrativa e política para permitir esse avanço. Por isso quero ser candidato, contando com a participação e o apoio de todas lideranças do partido e os votos dos eleitores.

 

 

OBlumenauense: Como seria contemplada Blumenau no seu governo?

Paulo Bauer: Eu sempre lembro que nasci em Blumenau. Por isso é a cidade do meu coração e irá merecer minha atenção e carinho. Apesar dos grandes desafios da cidade, sempre é necessário reconhecer do grande trabalho que Napoleão fez no município, resolvendo assuntos que vinham sendo protelados há muito tempo. Mas precisamos de novos caminhos para mantê-la como uma cidade vencedora, apoiando mais a micro e pequena empresa.

Temos que investir no avanço tecnológico, dando oportunidade para nossa juventude com empregos de qualidade, além de obras na mobilidade e infraestrutura, que o município não consegue com recursos próprios.

OBlumenauense: O Sr citou o ex-prefeito Napoleão e também esteve na sua renúncia. Como avalia o fato dele concorrer ao pleito de 2018?

Paulo Bauer: Antes de ser prefeito, Napoleão é um político e apaixonado pela sua gente. Ele tinha a opção de seguir por mais dois anos à frente da prefeitura, ou continuar na vida pública por mais tempo, já que depois do mandato teria que buscar outra atividade até a eleição seguinte.

Ele consultou o partido e as principais lideranças de Blumenau, de onde recebeu o apoio para empreender um projeto maior. Devemos considerar isso um ato de coragem e desprendimento, além de um ato político de grande importância para o nosso partido.

O fato de querer concorrer em uma chapa majoritária foi considerado muito positivo pelo partido, mas agora é que estamos conversando sobre como formar a chapa e as coligações. A partir do lançamento do meu nome como pré-candidato a governador, iremos avaliar o cenário político, para ver como o Napoleão poderá contribuir da melhor forma.

 

 

Ao lado do senador Paulo Bauer, estavam o ex-prefeito Napoleão Bernardes e o senador Dalírio Beber, duas lideranças tucanas do Vale do Itajaí.  Sobre essa pré-candidatura, Napoleão lembrou dos muitos desafios das políticas públicas que envolvem saúde, segurança e educação em Santa Catarina.

“Passamos também por uma profunda crise financeira no estado para o qual precisamos estar preparados para enfrentar. O senador Paulo Bauer com sua experiência na vida pública, reúne todas as credenciais para isso”, comentou. Questionado sobre as viagens feitas pelo estado para divulgar sua pré-candidatura ao senado, disse que tem sido bem recebido.

“A receptividade tem sido muito positiva, fruto do modelo de gestão desenvolvido em Blumenau. Nada melhor do que a experiência de ser prefeito para saber onde o calo aperta”, destacou Bernardes. Quando perguntamos sobre a possibilidade dessa candidatura não acontecer, ele disse que risco sempre há. “Por isso tenho que trabalhar passo a passo. Nenhuma eleição que participei foi fácil, as adversidades foram muitas. Nós sempre trabalhamos com humildade, pé no chão, estratégia, foco e muita fé para atingir os resultados”, finalizou o ex-prefeito.

O Blumenauense

Denúncias, problemas ou elogios? Nos escreva para contato@oblumenauense.com.br

Posts relacionados

*

*

Top