Projeto de estudantes de robótica de Timbó cria cisterna para captação e economia de água

O calendário de março é marcado por uma importante data: o Dia Mundial da Água, celebrado no dia 22. A iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU) tem o objetivo de incentivar a conscientização e a preservação deste recurso essencial para a sobrevivência do planeta.

Para um grupo de alunos de robótica da Robomind Brasil esta consciência não é apenas um conceito, mas sim o que motivou um projeto, com o intuito de buscar soluções para resolver problemas de gestão dos recursos hídricos e reduzir o desperdício.

A equipe de robótica os Aliemon´s de Timbó desenvolveram uma cisterna de garrafas pet para captação da água da chuva e economia da água potável. Para o professor de robótica, Joacir Cuco o objetivo com esse projeto é conscientizar as pessoas, para que elas possam reutilizar a água da chuva. “Nossa proposta inicial é utilizar esta água para regar plantas, limpar calçadas e lavar carros. Com isso, deixar de usar água potável para esses tipos de serviços. Como na nossa região temos chuvas com frequência, sempre teremos água em nossa cisterna” – completa.

 

 

O curso de robótica trabalha diferentes aspectos relacionados com o cotidiano do aluno, como ferramenta de ensino e com metodologia que privilegia o trabalho em equipe e a resolução de problemas, com isso surgiu a ideia de uma solução simples para unir melhores práticas ambientais aos conceitos discutidos em sala.

Para a diretora pedagógica e desenvolvimento, Gracielle Paris a verdadeira aprendizagem acontece quando efetivamente praticamos o que nos é ensinado, tornando o conhecimento e aprendizagem mais significativa. A robótica, aliada a resolução de problemas, oportuniza aos estudantes aplicarem conceitos das diversas áreas do conhecimento (matemática, física, história, português, etc), fazendo com que ele aprenda colocando a “mão na massa”.

“Somando teoria e prática o resultado é igual a aprendizagem efetiva. Saber e não fazer é o mesmo que não saber. De nada adianta a pessoa ter a teoria ou a informação, mas não fazer nada com ela”, afirma Paris.

Com o uso da cisterna para captação da água da chuva com garrafas pet desenvolvida pelos alunos é possível captar e reutilizar até 50 litros de água. Com a escassez de recursos hídricos é de grande importância disseminar esta ideia. Pensando nisso os alunos e professores fazem visitas em empresas e escolas, com o intuito de despertar o compromisso com o meio ambiente, que é de suma importância para nossa sociedade.

Além da divulgação, duas escolas de Timbó tiveram cisternas instaladas em suas unidades. Na Escola Maurício Germer foi instalada cisterna para captação da água da chuva que irá servir para regar a horta da escola, que os próprios alunos cuidam, utilizando a cisterna para regar as plantas. Na Escola Julio Scheidemantel, duas cisternas para captação da água da chuva foram instaladas, que irá servir para regar a horta e lavar as calçadas do Pavilhão de Esportes.

Os alunos ainda farão mais visitas em escolas e empresas neste ano, com o objetivo de evidenciar a importância da preservação ambiental por meio de atividades educativas de sustentabilidade, com o uso de cisternas com material reciclável.

 

O Blumenauense

Denúncias, problemas ou elogios? Nos escreva para contato@oblumenauense.com.br

Posts relacionados

*

*

Top