Religiosos falam sobre seu melhor Natal e deixam uma mensagem para você

O último mês foi de encerramentos, amigos secretos e correria para esta noite, véspera de Natal. Mas a data é acima de tudo, a comemoração do nascimento de Jesus Cristo, aceito na maioria das igrejas cristãs, como no dia 25 de dezembro. Na maioria das igrejas ortodoxas orientais, prevalece o dia 6 de janeiro, quando se comemora no ocidente o Terno de Reis.

No ano passado, o portal de notícias OBlumenauense convidou autoridades, personalidades e pessoas para registrar aqui o seu melhor Natal. Desta vez decidimos mudar totalmente o formato, inclusive da publicação. Em vez de ler, você poderá ouvir o relato de três religiosos sobre o seu Natal mais marcante. Além disso, perguntamos como vêem o interesse dos jovens pela religião, além de pedir uma mensagem de Natal para você, independente do que você acredita.

São eles que estarão conduzindo os cultos e missas que marcam essa data tão importante no calendário cristão. Duas entrevistas foram gravadas por Claus Jensen e uma por Alcione Alvim da Silva, colaborador do portal.

 

Padre João Bachmann

 

 

O padre João Bachmann, da Catedral São Paulo Apóstolo, lembrou da simplicidade e alegria, quando era criança na cidade de Guaramirim.  Filho de agricultores com poucas condições financeiras, todos os Natais comemorados na sua infância foram especiais, porque nunca faltou alimento na mesa, fé e o carinho da família. Por mais simples que fosse, sempre era feito o presépio dentro de casa, os nove filhos ficavam juntos na Ceia de Natal, quando cantavam  e faziam uma oração. Confira o resto desse belo depoimento de um dos padres mais queridos de Blumenau.

 

 

Pastor Lediel dos Santos

 

 

Lediel dos Santos, é pastor da igreja Assembleia de Deus, casado e tem dois filhos. Para ele, o último Natal sempre é o mais especial, porque a cada ano que passa, podemos olhar para trás e ver que o amor e misericórdia de Deus se renovaram na nossa vida. É a data em que se reúnem para lembrar a chegada de Cristo, quando fazem ações sociais, entregam presentes em creches, etc.. Mas quando tinha nove ou dez anos, um Natal foi especial. No áudio você confere porque.

 

 

 

Pastor Gilson Hopfner

 

 

O pastor Gilson Hoepfner é da Igreja de Confissão Luterana do Brasil. Natural de Joinville, casado, ainda não tem filhos, mas ano que vem podem ter novidades. Hoepfner lembra muitos dos Natais junto com os avós e pais, quando a comemoração começava com o culto na igreja, depois a ceia em casa e finalmente ver a árvore onde também estavam os presentes.

Nesse momento, cada filho recitava ou cantava uma música natalina. “Na minha família, todos os irmãos tocam um instrumento musical”, lembra o pastor. No final, todos cantavam juntos “Noite Feliz”. Confira no áudio mais detalhes, de outra história bonita de Natal.

 

Tags
O Blumenauense

Denúncias, problemas ou elogios? Nos escreva para contato@oblumenauense.com.br

Posts relacionados

*

*

Top