Samae quer trocar os mais de 15 mil hidrômetros antigos de Blumenau

Foto: Claus Jensen

 

Segundo avaliação do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) de Blumenau, existem mais de 15 mil equipamentos já antigos e desgastados. Por isso a autarquia iniciará nesta quinta-feira (28/9/17), a troca do parque dos hidrômetros nesta condição por novos. A expectativa é que esses serviços sejam concluídos até o fim do ano.

A medida atende uma recomendação do Inmetro, que recomenda um tempo de vida útil destes equipamentos de no máximo cinco anos. Também é uma adequação ao Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB), que orienta para a renovação de todo o parque de hidrômetros até 2021.

“Esta é uma medida que visa atender o que está especificado no Plano de Saneamento, além de também atender a uma recomendação da nossa agência reguladora”, explica o diretor-presidente do Samae, Alexandro Fernandes. De acordo com ele, ao obter uma maior eficiência na micromedição, será possível reduzir o índice de perdas e o desperdício de água.

A primeira etapa dos serviços de substituição abrangerá os pontos da cidade onde os equipamentos são mais antigos, apresentam problemas de manutenção e falhas na medição do consumo de água. A troca começará pela Rua 25 de Agosto, no bairro Itoupava Norte. Posteriormente, os trabalhos passarão pelos bairros Vila Nova, Asilo, Badenfurt, Fortaleza, Salto, Passo Manso e Salto Weissbach, estendendo-se por todo o município.

Para esta ação, o Samae investiu cerca de R$ 1,8 milhão em recursos próprios, para a aquisição de 32 mil equipamentos. Esses materiais também servirão para demandas pontuais da autarquia, como novas ligações e manutenção do sistema.

O Samae ressalta que fará a distribuição de material explicativo para a comunidade a fim de fornecer esclarecimentos sobre a substituição dos hidrômetros. A autarquia enfatiza que, na maioria dos casos, os serviços serão realizados sem a necessidade de acesso às residências.

Em caso de dúvidas, a população pode entrar em contato com a Ouvidoria do Samae, por meio do telefone 115.

Com informações de Diorgnes Saldanha Lima, do SAMAE

Tags
O Blumenauense

Denúncias, problemas ou elogios? Nos escreva para contato@oblumenauense.com.br

Posts relacionados

*

*

Top