Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Sete grupos entregam propostas para desfilar na Oktoberfest


Foto: Marlise Cardoso Jensen

 

Por Claus Jensen

Na manhã desta quinta-feira (15/02/18), foram abertos os envelopes com as propostas de novos grupos interessados em participar dos desfiles da Oktoberfest. Serão levados em conta critérios como apelo à tradição germânica, criatividade, organização e identificação, atração do brinquedo e originalidade de sua composição e apresentação.

A Comissão Avaliadora  é composta por membros da sociedade civil, entre eles historiador, designer gráfico e artista plástico, e servidores do Parque Vila Germânica e da Secretaria de Turismo e Lazer (Sectur).  No total, foram recebidos sete projetos de grupos organizados, mas apenas dois serão escolhidos pela comissão em até 30 dias. Depois de aprovados, eles terão direito a desfilar nas próximas cinco edições da festa, com possibilidade de prorrogação por mais cinco anos.

Grupos que entregaram propostas:

  • Brezelwagen (Carro do Bretzel)
  • Brüderschaftswagen (Carro da Confraria)
  • Fasswagen Oktoberfest Gruppe (Carro do Barril)
  • Kartoffelwagen (Carro da Batata)
  • Lebkuchen (Carro da Bolacha)
  • Opa Hut (Chapeú do Opa)
  • Rollmopswagen (Carro do Rollmops)

 

 

Aniele Espíndola Koerich, é uma das 20 integrantes do carro Lebkuchen, o “Carro da Bolacha”. Ela explicou que o grupo é formado por amigos que se encontram em reuniões e jantares. O objetivo é levar em torno de 50 convidados para participarem dos desfiles, se o projeto for aprovado na licitação.

 

 

“Nós já participamos da licitação anterior e desde lá estamos aprimorando o projeto do carro. A ideia é inovadora, porque a partir de 2017 é que a bolacha de coração começou a ser mais divulgada na Oktoberfest de Blumenau, mas é muito tradicional na Alemanha. Essa bolacha, que tem frases, é usada para presentear uma pessoa querida como amigos, família ou marido. Então queríamos resgatar no desfile essa forma de carinho e amor”, finaliza.

 

 

O carro das confrarias, ou das irmandades, é a tradução do Brüderschaftswagen, que foi representado no encontro por Carlos Alberto Pintarelli. Questionado sobre o número de integrantes, ele disse que pretendem chegar aos 50.

O grupo foi criado por Pintarelli há 6 anos e atualmente se reúne por duas horas todas as quartas-feiras no Parque Vila Germânica, a partir das 18h30min, para tomar chope e trocar experiências. “Hoje temos 31 trajes baixinhos que representam a alegria e o extrovertimento. A colonização será representada pelas várias etnias que vieram para Blumenau. Primeiro os alemães, depois os italianos, poloneses e os portugueses vindos da região de Tijucas” comenta Pintarelli.

 

 

Segundo ele, há três anos o grupo importou seis trajes da Inglaterra para usar no desfile da Oktoberfest. Eles participaram da licitação de outras licitações, mas não conseguiram entrar. Mesmo assim compraram um carro, que está sendo reformado, e se não forem aprovados novamente, irão utilizá-lo nos Stammtish, além de outros eventos, inclusive beneficentes. O grupo tem até um mestre cervejeiro que desenvolveu dois rótulos de cerveja, apenas para consumo deles, sem projeto comercial.

 

 

Desde 2013, seis novos grupos passaram a integrar os desfiles da Oktoberfest: Schweinewagen, Radler, Cucawagen, Stammtishgrupo, Entestrassenbah e Dampfschiff. Destes, quatro estão entre os preferidos do público, segundo pesquisa da Oktoberfest 2017.

 

Fasswagen (Carro do Barril)

 

Carro Opa Hut (Chapéu do Opa)

 

O Blumenauense

Denúncias, problemas ou elogios? Nos escreva para contato@oblumenauense.com.br

Posts relacionados

*

*

Top