Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Tire suas dúvidas mais comuns no uso do protetor solar em crianças

 

 

 

 

Muitas famílias já tem aproveitado os fins de semana para curtirem as praias do litoral catarinense. Blumenau tem o privilégio de ficar a menos de uma hora de Navegantes, Itajaí, além de outros destinos típicos do verão que começa oficialmente no dia 21 de dezembro.

Sempre volta a tona os cuidados com a pele por causa da exposição ao sol e os efeitos dos raios ultra violetas.
De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), 70% das radiações que irão causar câncer de pele foram recebidas na infância. Por isso, é recomendado que somente levem as crianças à praia após os 12 meses de vida, principalmente entre às 10h e 16h.

Muitos pais tem dúvidas sobre o uso do protetor solar e reunimos algumas dicas importantes. Confira:

A partir de que idade é recomendado o uso protetor solar?

Antes dos seis meses, a pele do bebê é muito sensível sendo o uso mais seguro após essa idade.

Qual o fator do protetor solar mais recomendado?

Em média, o fator 30 é suficiente, mas nada impede que você use um fator de proteção mais forte. Importante avaliar se a pele da criança é seca ou oleosa, para a escolha adequada do protetor solar.

A proteção solar do UVA preconizado pela ANVISA é corresponda a pelo menos 1/3 da indicação rotulada na embalagem. Por exemplo: se o protetor é FPS 60, protege 20 vezes mais contra os raios UVA do que sem o protetor. No caso de 30, são 10 vezes a mais.

Quais as diferenças entre os produtos com proteção UVA e UVB?

A proteção UVA está relacionada ao envelhecimento precoce da pele devido à exposição ao sol e ao risco de desenvolver câncer de pele. Por isso a proteção contra os raios UVA é tão importante! A proteção UVB tem relação com a pigmentação da pele e ocorrência de queimaduras solares.

Qual é a quantidade que deve ser aplicada?

Sempre o suficiente para cobrir uma camada por todo o corpo. Para um bebê de 6 meses por exemplo, são recomendadas três colheres de chá cheias.

O protetor solar deve ser usado antes ou depois do repelente?

Sempre antes! O repelente é por último.

De quanto em quanto tempo devo reaplicar o protetor?

Se a criança estiver em contato direto com o sol, o protetor deve ser reaplicado a cada 2h, se o produto não for resistente a a água. Nesse caso é recomendável reaplicar todas as vezes que for se banhar.

O protetor solar deve ser usado diariamente pelas crianças? Sim. Todas as vezes que a criança for sair de casa deve ser aplicado o protetor, de preferência 30 minutos antes do passeio. Isso evita o câncer de pele e o envelhecimento precoce. É importante lembrar que pouco tempo de exposição solar faz bem para a produção de vitamina D.

Quais são os outros cuidados que protegem a criança do sol?

Além do uso do protetor, usar roupas leves e de algodão que ajudam a filtrar o sol. Manter as crianças hidratadas e usar águas termais na praia e na piscina.

Como saber se a criança é alérgica ao filtro solar?

Fazer o teste por 3 dias na parte interna do antebraço para avaliar se terá alergia ou não. Se na primeira vez já houver reação, procure orientação médica, já que existem muitas variáveis em relação ao assunto.

O que faço para evitar que o protetor saia durante o banho das crianças?

Escolha um protetor solar resistente à água ou à prova d’água. Resistente à água significa que o protetor mantém a sua proteção até 40 minutos após imersão na água. À prova d’água ou muito resistente a água significa que os níveis de proteção são mantidos até pelo menos 80 minutos.

Quais as outras formas de proteger as crianças contra os raios UV?

Use outras formas de proteção UV, como chapéu, boné, óculos e roupas que tenham fator de proteção UV são muito interessantes para crianças. Use roupas leves e confortáveis.

Posts relacionados

Top