Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Confusão entre ex-marido da mulher e seus familiares na hora dele buscar o filho mobiliza PM

 

 

 

A Polícia Militar foi acionada às 16h43 deste sábado (8/02/20) para atender uma ocorrência no Hospital Santa Catarina, onde estava um homem vítima de agressão física. No local, um homem de 54 anos, disse à guarnição que foi pegar seu filho menor com a ex-exposa de 37. Ao chegar na casa localizada na Rua Araranguá, no bairro Garcia, ela pegou uma câmera e pediu para ele dizer que iria trazer a criança até às 18h de segunda-feira (10)

Ele respondeu que iria seguir o que está descrito na decisão judicial. Nesse momento a ex-esposa teria tirado o menino do carro com violência e disse que somente iria entregar o menino às 14h. Após essa discussão, segundo o relato da vítima, os dois irmãos e o pai dela teriam aparecido e o chutaram, desferiram socos, além de ligarem o carro para que aspirasse a fumaça tóxica.

A vítima teria ficado no local ferido, na chuva e após cerca de 1h30, o homem conseguiu levantar e veio a pé sozinho ao Hospital Santa Catarina, que é próximo do local. Assim que recebeu atendimento médico, acionou a Polícia Militar. O homem que também alegou sofrer de problemas cardíacos (tem stend), e conforme Boletim de Pronto Atendimento do hospital, teve aumento da troponina que poderia ter colocado sua vida em perigo.

O homem disse que esse tipo de situação envolvendo o direito do filho é recorrente. A ex-esposa teria saído com o filho do casal e está em local incerto e não sabido. O carro da vítima ficou na casa da ex-mulher, para onde a guarnição se deslocou, acompanhada de mais uma viatura.

No local conversou com os homens acusados da agressão, os irmãos de 25 e 33 anos, e o pai de 64. Todos relataram que houve uma discussão entre o ex-casal, momento em que a mulher foi agredida por ele. Naquele momento o pai foi socorrer a filha.

Os irmãos foram ajudar o pai, porque o ex-cunhado estava visivelmente alterado, gritando, violento, agredindo o idoso, além de segurá-lo no pescoço. Ao ver seu pai sendo agredido, o filho de 25 anos de dois socos no rosto do ex-cunhado, em legítima defesa. Os familiares também disseram que se ofereceram para levar o homem ao hospital de carro, mas ele negou ajuda e saiu a pé, acompanhado por eles.

A briga aconteceu no pátio de uma igreja e os policiais conseguiram acesso às câmeras de segurança que gravaram tudo que aconteceu. Elas mostram o homem começando a confusão e os fatos que se seguiram conforme relatado pelos familiares da ex-mulher.

No Hospital Santa Catarina, os policiais conversaram com o médico cardiologista, que confirmou o aumento da Troponina devido ao stress e que o quadro poderia ter causado risco de saúde.

As imagens das câmeras de segurança foram disponibilizadas através de um pen drive. Todo o atendimento da ocorrência também está registrado na própria câmera que faz parte da farda dos policiais. Como não havia uma situação de flagrância, foi lavrado o Registro de Comunicação de Ocorrência Policial RO-COP. Em seguida a guarnição retornou ao patrulhamento.

Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

Posts relacionados

Top